Definição, motivadores, graus e dimensões da Inovação: alguns conceitos.

Este post sobre inovação tem um objetivo bastante claro: apresentar conceitos  importantes sobre inovação, que serão utilizados em posts futuros. Por exemplo, duas definições clássicas sobre inovação são as seguintes:

“Inovação: introdução de um bem que seja novo para alguns consumidores ou de qualidade maior; métodos de produção que sejam novos para um segmento particular da indústria; abertura de novos mercados; uso de novas fontes de suprimentos”. Joseph Schumpeter, economista austríaco falecido em 1950.

“Inovação: melhorias na tecnologia e métodos de fazer as coisas. Podem ser manifestadas através de mudanças em produtos, em processos, novas formas de marketing e de distribuição. [Inovação] pode ser resultado tanto de do aprendizado organizacional quanto de Pesquisa & Desenvolvimento”. Michael Porter, Professor de estratégia da Harvard Business School. Nascido em 1947.

10706425-innovation-and-creativity-concept-related-words-in-tag-cloud (1)

Ainda que seja difícil apontar a definição mais abrangente, cabe destacar que a definição de Porter, elaborada mais de setenta anos depois da de Schumpeter, aborda o conceito de que inovação pode surgir tanto das atividades tradicionais de P&D quanto do aprendizado organizacional. O importante nesta discussão é perceber que independentemente da origem das inovações, as empresas precisam inovar. Complementarmente, os motivos que levam organizações a serem inovadoras são os avanços tecnológicos, mudanças no perfil dos clientes, aumento da competição e mudanças no ambiente de negócios. Um modelo com os motivadores da inovação pode ser visto abaixo:

circulos

As mudanças tecnológicas são as mais fáceis de entender, pela própria existência das áreas de Pesquisa e Desenvolvimento, que aceleram a criação de novos produtos e geração de conhecimento.  As mudanças nos perfis dos clientes e de suas necessidades são consequências das mudanças demográficas e sociais, ao passo que a pressão vinda do aumento da competição obriga as empresas a investir em novos produtos e serviços de modo a criar novos segmentos de mercados e fugir da comoditização dos mercados. Por fim, a mudança no ambiente de negócios é reflexo de aumento de ação dos  governos em seus papéis de reguladores dos mercados.

business-innovation-bizneos

Em minha opinião, tão importante quanto entender a origem das inovações é entender suas dimensões, que são as formas nas quais as inovações se materializam no mundo real. No setor de manufatura entende-se que existem quatro dimensões da inovação, a saber: novos produtos, novos serviços, novos processos de manufatura e novos processos de negócios. Mais uma vez, lançarei mão de uma figura para explicar como as dimensões da inovação agem no segmento industrial.

dimensões da inovação

Por fim, é importante ainda a diferenciação entre inovação radical (breakthrough) e incremental. Existem estudos que mostram que embora as inovações incrementais sejam esmagadora maioria (84%) nas empresas, elas representam apenas 39% dos lucros e 62% das receitas das mesmas, o que mostra que as inovações radicais são mais lucrativas do que as incrementais. Deste modo, as empresas deveriam mirar inovações radicais. Minha análise aqui é que, como as inovações radicais possuem maior taxa de insucesso, as organizações não podem mirar apenas o topo da pirâmide da inovação (ver post sobre os trabalhos da Profa.  Rosabeth Kanter aqui). Apresento um resumo dos estudos abaixo, com alguns números (você pode tirar o engenheiro dos números, mas não pode tirar os números de um engenheiro):

  Inovação Radical Inovação Incremental
Total de inovações 16% 84%
% das Receitas 38% 62%
% Lucro 61% 39%

Em um próximo post continuaremos a discutir alguns conceitos importantes em gestão da inovação, tais como as fases da inovação.

Uma pergunta: Em sua opinião, como seriam as dimensões da inovação para o setor de serviços? Muito ou pouco diferente das dimensões da inovação para o setor de manufatura?

Link para a imagem do aquário aqui; link para imagem Innovation aqui.

Anúncios

3 comentários sobre “Definição, motivadores, graus e dimensões da Inovação: alguns conceitos.

  1. Carlos J F Rosa disse:

    Partindo das dimensões da inovação,do setor de manufatura, parece-me que no setor de serviços essas dimensões são duas:

    a) Novos serviços
    b) Novos processos de negócios.

    Também acredito que a agregação de novos serviços tende a ser incremental, enquanto a de novos processos de negócios podem ser mais radicais, e certamente oferecem um “recompensa” maior.

    • Olá Carlos, concordo com você em relação aos novos processos de negócios; porém em relação aos novos serviços acho que podemos ter um bom debate porque alguns destes novos serviços podem ser radicais também. De qualquer modo, sempre haverá espaço para discussão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s