Quando muito não é o bastante: primeiro ano de Marissa Mayer à frente da Yahoo

downloadNa semana passada fui entrevistado pelo jornal O Globo a respeito do primeiro ano da executiva Marissa Mayer à frente de uma das primeiras gigantes da internet, a Yahoo!. A matéria versava sobre os aspectos positivos e negativos da gestão da executiva, que foi contratada da rival Google (onde trabalhou desde 1999) para liderar a recuperação daquela que foi um dia o maior portal de internet do mundo. Como vice-presidente de desenvolvimento de produtos ela teve papel fundamental no desenvolvimento de produtos-chave tais como Google Search, Google Images, Google Earth, Google News, Google Maps, Street View, Google Books, Google Product Toolbar, iGoogle e Gmail. Ela também teve um papel de destaque no desenvolvimento do visual limpo e despojado da página inicial de sua antiga empresa.

grafico 1 ações yahooFigura 1: valor histórico das ações da Yahoo!

Para entender melhor o desafio enfrentado por esta executiva, é importante apresentar alguns dados. A Figura 1 apresenta o valor histórico das ações da empresa, cujos valores máximos já chegaram a US$ 108, porém também já atingiram menos de US$ 5 em 2001. 

grafico ações pos MMFigura 2: Valorização das ações da Yahoo! desde a contratação da executiva

A parte positiva da gestão da Marissa Mayer é a impressionante valorização das ações da empresa (mais de 80% em um ano, veja Figura 2). Outro aspecto relevante de sua gestão é a série de aquisições liderada pela executiva. As empresas adquiridas vieram solucionar alguns problemas críticos da Yahoo!: ausência de produtos voltados para a geração de adolescentes e jovens adultos (que são os  principais usuários de redes sociais), ausências de novas modernas tecnologias, propriedade intelectual e conhecimento de mercado que não havia nas atuais equipes da Yahoo! e ausência de produtos para dispositivos móveis, uma histórica deficiência da empresa.

Data da aquisição Nome da empresa Natureza da empresa
25 Out, 2012 Stamped recomendação em rede social
4 Dez, 2012 OnTheAir chat em video
22 Jan, 2013 Snip.it Rede social
12 Fev, 2013 Alike recomendação em rede social
20 Mar, 2013 Jybe recomendação em rede social
25 Mar, 2013 Summly Agregador de notícias
1 Maio, 2013 Astrid Productividade
9 Maio, 2013 GoPollGo Pesquisa em tempo real
9 Maio, 2013 MileWise localizador de recompensas
10 Maio, 2013 Loki Studios Jogos para dispositivos em celulares
17 Maio, 2013 Tumblr Blogging
23 Maio, 2013 Playerscale Jogos on-line
12 Jun 12, 2013 GhostBird Software Aplicativo para fotografia em celulares
13 Jun 13, 2013 Rondee Video Conferencia em rede social
2 Jul, 2013 Bignoggins Productions Fantasy Sports
2 Jul, 2013 Qwiki Produção automatizada de vídeos
3 Jul, 2013 Xobni CRM

Tabela 1: lista de aquisições da Yahoo! no último ano

Em relação aos aspectos negativos da gestão da Marissa Mayer, existem alguns pontos que merecem ser esclarecidos. Primeiro, ainda não está claro como a executiva vai monetizar os recém-adquiridos clientes e produtos. Segundo, uma grande parte da valorização das ações ocorreu devido aos investimentos que a Yahoo! possui em subsidiárias asiáticas, o que não possui nenhuma relação com a gestão da Marissa Mayer. Terceiro, a executiva ainda não reverteu a dependência da empresa de suas receitas de publicidade, que estão decrescentes. Quarto, a participação de mercado da empresa está em queda constante, como pode ser visto no quadro abaixo.

market share

A conclusão é que a Yahoo! tem agradado aos investidores de curto prazo, porém não os de longo prazo. Adicionalmente, as ações tem se valorizado, o que é bom, mas não pelos motivos desejados. Um copo meio cheio pode ser visto com um copo meio vazio. Algo que não pode ser negado, porém, é que atualmente se discute assuntos positivos e negativos sobre a empresa, ao passo que há pouco mais de um ano atrás a discussão era sobre a melhor forma de vender a organização.

0717_MarissaMayer_630x420  sol

Como de costume, deixo uma pergunta para as mentes mais irrequietas: A Yahoo! conseguirá ultrapassar a Microsoft em participação de mercado no segmento de buscas na internet, daqui a um ano? Minha opinião é que sim, porque esta executiva deixa um rastro de um sucesso por onde passa, seja no mundo acadêmico ou corporativo, e não vejo motivos para ela não resolver alguns dos problemas que a Yahoo! possui atualmente. Se ela será capaz de resolver o principal da empresa, que é sua dependência de receitas oriundas de um mercado em constante encolhimento, esta é uma pergunta para ser feita daqui a um ano. E você? O que acha?

Link para post anterior sobre a compra da Tumblr aqui

Anúncios

2 comentários sobre “Quando muito não é o bastante: primeiro ano de Marissa Mayer à frente da Yahoo

  1. apiadmbr disse:

    Sou muito fã da empresa Yahoo! especialmente pela confiança conquistada, por eu utilizar serviços que nunca me foram cobrados ou limitados após um tempo, já há muitos anos. Enquanto isso, outros serviços e a conduta de determinadas empresas me abriram os olhos, em sinal de alerta: já perdi o acesso a dados após compra de empresas e, ao aderir a propostas de empresas do Brasil fui surpreendido pelo desrespeito, pois serviços que foram declarados como gratuitos e que me usaram como beta-tester depois de um tempo passaram a ser cobrados.

    No final das contas, quem vai pagar pela quebra de confiança é a empresa, é apenas uma questão de tempo! Afinal, por exemplo, de que adianta uma empresa publicar que é a melhor empresa de hospedagem na Web, promover eventos e não valorizar os usuários e clientes atuais e antigos, perdendo dados, realizando manutenção sem a devida comunicação e o devido cuidado e, apenas, pedindo desculpas após causar prejuízo e grande trauma aos clientes?

    Na Yahoo eu nunca tive problemas deste tipo. Precisamos de empresas que respeitem os usuários e consumidor, que tenham à sua frente gestores comprometidos com a imagem da empresa, que não coloquem pessoas mal remuneradas ou estressadas para a realização de manutenção em servidores de internet, mas técnicos que estejam cientes de que o cliente precisa ficar satisfeito. O setor de Serviço precisa de um choque de ordem, especialmente no Brasil. Talvez no próximo ano a Yahoo! possa servir como modelo e possamos participar de seu crescimento. Ilan Chamovitz

    • Olá Prof Chamovitz,

      obrigado pelo teu comentário. Eu também sou usuário do Yahoo (e-mail, groups) ha muito tempo e acho que a empresa ainda possui ótimos produtos e uma grande reputação. Acredito na sua recuperação, porém tenho certeza que a executiva e sua equipe terão muito trabalho em integrar as aquisições.

      Abs,

      Evodio Kaltenecker

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s