Global Value Chains: empresas e países em busca de integração global

Durante uma pesquisa para uma palestra corporativa deparei-me com o tema Global Value Chains (GVC). Imaginei que já sabia o suficiente sobre o assunto, porém um choque de realidade ocorreu após ter lido o documento Global Value Chains : a Primer (Gary Gereffi e Karina Fernandez-Stark, CGGC Duke University). Neste texto de fácil compreensão, sem hermetismo acadêmico, os autores identificam quatro dimensões que caracterizam as cadeias globais de valor, a saber: os processos de transformação de matéria-prima em produtos finais, as considerações geográficas, a estrutura de governança e o contexto nas quais as GVCs estão baseadas.

global-supply-chain-2-1024x440

A primeira consideração a fazer é sobre a importância das cadeias globais de valor, que se tornaram mais complexas a partir do aumento do comércio global e da maior integração comercial entre países. Para muitos deles, especialmente os de rendas per capita mais baixas, a habilidade de se inserirem em GVC é uma condição vital para seus desenvolvimentos econômicos. Segundo os autores, “… a partir do momento em que pesquisadores e desenvolvedores de políticas públicas passaram a entender os pontos positivos e negativos da globalização, a ferramenta GVC ganhou importância na forma de lidar com a nova realidade da indústria, como a ascensão da China e Índia como novas forças motrizes do crescimento global…” (texto citado, página 3)

Neste artigo vou concentrar-me na discussão da governança das cadeias globais, ou seja, no modo que a cadeia é controlada e coordenada quando certos atores possuem mais poder que outros. Para os autores, governança significa a “a autoridade e relações de poder que determinam como os recursos financeiros, materiais e humanos são alocados e fluem dentro da cadeia”. Sabe-se que a governança de uma GVC é dependente de sua estrutura. Até o momento as pesquisas sobre os diversos tipos da cadeias globais identificaram cinco tipos de estruturas: Mercado, Modular, Relacional, Cativa e Hierarquia, que descrevo abaixo.

Tipo Características
Mercado Envolve transações relativamente simples, com informação e especificações de produtos são facilmente transmitidas e por isto requer pouca cooperação formal entre atores, que podem fazer e desfazer parcerias muito facilmente. O mecanismo central de governança é preço
Modular Ocorre quando transações complexas são fáceis de codificar. Tipicamente, fornecedores nesta situação fazem produtos dentro de especificações definidas pelo cliente. Relacionamentos são mais coesos do que no caso anterior. Tecnologia da Informação e padrões de troca de informação são críticos para estas cadeias funcionarem
Relacional Ocorre quando os atores se baseiam em informações complexas que não são facilmente transmitidas ou aprendidas, o que resulta em interações frequentes para troca de conhecimento entre as partes. Apesar de dependências mútuas, as empresas líderes ainda especificam o que é necessário e possuem habilidade para exercer algum nível de controle sobre os fornecedores
Cativa Neste tipo de cadeia os fornecedores são dependentes de um ou poucos compradores, que controlam poder. Tais redes apresentam alto grau de monitoramento e controle pela empresa lider
Hierarquia Este tipo de governança descreve cadeias caracterizadas por integração vertical e controle gerencial dentro de empresas que desenvolvem e fabricam seus próprios produtos.

A Figura 1 abaixo apresenta um esboço sobre cada tipo de cadeia de valor.

gvc

Figura 1: visualização de cada tipo de GVC

Os benefícios para os agentes que governam uma cadeia de valor são claros: maiores lucros e maior estabilidade. Antes de avançar na discussão sobre cadeias globais de valor gostaria de deixar algumas perguntas para os mais curiosos.

  1. Quais seriam os exemplos de cada uma destes tipos de cadeia. Por exemplo, a indústria automobilística é um bom exemplo de uma cadeia cativa. Existem outros?
  2. O que uma empresa precisa fazer para deixar uma posição de baixo poder/governança em uma cadeia e possuir maior controle sobre sua GVC?
  3. Qual seria um bom exemplo de aumento governança em uma cadeia?

Link para imagem dos países aqui

Link para imagem Global Value Chain aqui

Anúncios

Um comentário sobre “Global Value Chains: empresas e países em busca de integração global

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s